fbpx

5 Dicas para você economizar na gestão do seu condomínio

Gestão-de-condomínio

5 Dicas para você economizar na gestão do seu condomínio

Os condomínios têm consumos mais altos do que outras estruturas habitacionais. Em muitos casos, quando existem PT’s (postos de transformação) e condutas de médio porte, os consumos de água e energia são taxados acima dos valores para o consumo doméstico. Por isso, que ao fazer a gestão de condomínio, os administradores precisam ter a noção desses consumos e de igual modo, envolver todos os moradores a usarem esses recursos de forma inteligente e económica.

 

Caso contrário, outras despesas poderão pesar no orçamento do condomínio, tais como: Despesas com segurança, pessoal e manutenção.

 

Continue a leitura porque vamos lhe mostrar 5 dicas de como fazer a gestão de condomínio de forma económica.

Por agora, uma forma do administrador começar a economizar com as despesas do condomínio é fazer um orçamento anual.

 

Para tal, Verifique se o seu sistema de gestão permite fazer um orçamento anual. Pois o orçamento tem a função de fazer contas antecipadas, dar uma visão geral de entradas e saídas, bem como saber com antecedência, qual deverá ser a situação financeira do condomínio quando cada despesa estiver pronta para ser paga!

 

Por isso, acompanhe as dicas que vão ajudar você a gerir e diminuir as despesas do seu condomínio.

 

1 – Envolva os moradores e funcionários

 

É importante que todos estejam envolvidos na preocupação de controlar e reduzir as despesas do condomínio.

Os moradores deverão ser os primeiros a ter consumos equilibrados e a controlar possíveis desperdícios que possam verificar.

Os funcionários deverão ter cuidado na utilização de bens e equipamentos do condomínio no seu trabalho para que não seja necessária a constante reposição e o aumento das despesas com limpeza e manutenção.

 

2 – Consumo de energia

 

A energia eléctrica é um bem essencial e caro. A economia no seu consumo deve ser feita pelos moradores, mas, também, pelos administradores nas zonas públicas.

Por isso, que os Postes de energia, holofotes, iluminação exterior e de jardim devem ser revistas. Pensar na possibilidade de usar iluminação mais económica e manter a manutenção do sistema para não gerar despesas com reparação.

Por isso, o administrador precisa sensibilizar os moradores a consumirem a energia de forma inteligente, de modos que não haja despesas elevadas.

 

3 – Desperdício de água

 

A água semelhante a energia é outro bem essencial e caro. Deve ter o mesmo processo de utilização e verificação da electricidade.

A utilização de água em jardins, lavagens de áreas públicas e automóveis devem ser feitas por pessoas responsáveis.

Por outra, é preciso ter atenção às fugas, vazamentos, manutenção dos sistemas, canalização e bombas a fim de evitar desperdícios de água.

 

4 – Manutenção preventiva

 

Os sistemas de geração de energia alternativa, sistemas de segurança como alarmes, portões, cancelas ou cercas, bombas de água ou de esgotos, redes eléctricas e elevadores do condomínio.

Esses sistemas devem ter um programa definido, calendarizado e orçamentado para a sua manutenção preventiva. Este tipo de manutenção, como diz o nome, previne avarias e paralisações que serão muito caras de reparar.

 

5 – Gestão inteligente

 

Faça um plano de despesas com prazos, calendário e orçamento para que você esteja preparado e possa, inclusive, baixar os custos com a administração do condomínio.

A utilização de um sistema adequado e inteligente para esta planificação ajudará a elevar o nível deste trabalho e permitir ao administrador ter controlo total sobre o processo de uma gestão eficiente e eficaz.

 

Para isso, experimente agora a solução incrível da okukala e crie o orçamento simples e eficaz para gerir as despesas do seu condomínio.