fbpx

Elevadores: 6 Aspectos indispensáveis para evitar problemas ao condomínio.

Elevadores-condomínio

Elevadores: 6 Aspectos indispensáveis para evitar problemas ao condomínio.

Os elevadores são componentes importantes em condomínios verticais, tudo porque permite a deslocação rápida, cómoda e segura de pessoas e bens.
Entretanto, os elevadores são equipamentos com sistemas e mecanismos complexos e que exigem boa utilização, conservação e manutenção dentro dos prazos e condições exigidas pelo fabricante, tendo em conta as circunstâncias em que está instalado o elevador.

 

Falhas nos elevadores podem levar a situações de desconforto, pânico ou, até insegurança de alto nível. Por outro lado, desgastes, reparações ou substituições nos elevadores têm um alto custo para o condomínio e são responsáveis por despesas anuais entre 500.000,00 Kza e 6.000.000,00 Kza.

 

 

Por isso, vamos indicar para si 6 aspectos que devem ser previstos e verificados com a pessoa ou entidade responsável pela manutenção dos elevadores do seu condomínio, com o objectivo de evitar graves riscos. Antes de tudo, você pode ainda verificar as exigências do fabricante que aparecem no catálogo, via internet ou entrando em contacto por e-mail ou telefone com o representante e/ou a fábrica.
Deste modo, continue a leitura e saiba como evitar problemas nos elevadores do seu condomínio.

 

1- LIMPEZA

 

Como em todas as áreas e equipamentos, a limpeza é fundamental, mas as limpezas aos elevadores têm as suas especificidades.

• Limpeza dos mecanismos – Os diversos mecanismos que compõem os elevadores exigem limpeza permanente de poeiras, humidade, fugas na lubrificação, acúmulo de lixo exterior, água residual, areia, etc. Sujidade pode fazer com que os componentes tenham um comportamento fora do esperado e um tempo de vida menor.

• Limpeza dos mecanismos e trilhos da porta do pavimento. – A entrada e saída de utilizadores pode trazer uma quantidade grande de areia e resíduos que se alojam nos trilhos da porta.

Este facto pode danificar ou deixar a porta do elevador com mau desempenho. A limpeza é simples e deve ser constante.

 

2- AJUSTES

 

Todos os mecanismos devem estar sujeitos a ajustes constantes porque a sua utilização pode fazer com que peças, componentes ou estrutura saiam do lugar ou percam a afinação. A falta de ajustes pode trazer desgastes, quebra futura destes elementos ou má funcionalidade como parar fora do andar ou as portas não fecharem com segurança e isso pode causar sérios riscos às pessoas que utilizam o elevador.

 

Para evitar graves transtornos é necessários ajustes permanentes em:
– Mecanismo das portas
– Mecanismos e cabos de elevação
– Motores e roldanas
– Guias e contrapesos.

 

3- CONSERVAÇÃO

 

A conservação é extremamente importante para ter o elevador a funcionar em segurança e eficiência por muito tempo sem grandes danos e despesas.

A conservação é uma responsabilidade de todos os moradores e utilizadores do condomínio e, em especial, da assistência técnica que deve manter os equipamentos, mecanismos, componentes, motores e máquinas no estado recomendado pelo fabricante, tendo em conta a limpeza, a lubrificação, a reparação, manutenção e ambiente de trabalho adequados.

Para tal você vai precisar manter a conservação dos seguintes elementos:
Conservação dos cabos de elevação e polis;
Conservação dos quadros de controlo;
Conservação referente a desgastes, humidade e oxidação;
Lubrificação adequada de componentes e mecanismos móveis e de segurança.

 

4- MANUTENÇÃO

 

A manutenção deve ser feita sempre dentro dos prazos e das especificações do fabricante. Por outra, a manutenção deve ser feita por pessoa especializada e autorizada pelo fabricante, com experiência na marca e com material adequado.

É necessário principalmente garantir a manutenção nos seguintes componentes:

• Manutenção nas máquinas do elevador (máquinas eléctricas e mecânicas)
• Manutenção da estrutura
• Manutenção dos apoios
• Manutenção dos sistemas electrónicos
• Manutenção e limpeza da casa de máquinas.

 

5- SEGURANÇA

 

A segurança é fundamental para que não haja os riscos de acidentes (nos elevadores podem ser muito perigosos) ou danos ao equipamento, ao edifício ou aos moradores.

Por isso, você precisa ter em conta:
O funcionamento dos dispositivos de segurança da cabine: Neste caso a Iluminação de emergência, interfone para falar para fora do elevador e Alarme para pedido de socorro.

Funcionamento, estrutura e protecção da instalação eléctrica (pelo risco de incêndios ou curto-circuitos)
Testes ao sistema de travagem de emergência (Como são pouco utilizados podem não estar funcionais em situação do elevador perder o sistema de travagem.

Por isso, que é necessário que se faça testes periódicos. Pesquisas revelam que 1 em cada 10 sistemas de travagem de emergência podem falhar caso não forem testados com a regularidade que é exigida pelo fabricante.
Para tal, é preciso evitar os graves problemas de insegurança que isso pode causar nas pessoas que utilizam os elevadores do condomínio.

 

6- REPARAÇÃO

 

A reparação inclui acções críticas que devem ser efectuadas por técnicos especialistas no equipamento e marca do elevador utilizando, sempre, peças de reposição de qualidade exigida e fornecidas pelo fabricante ou representante oficial, evite comprar peças de ocasião.

 

Conclusão

 

Os elevadores são equipamentos de grande utilidade, mas de grande cuidado e complexidade.
A sua manutenção e conservação são de extrema importância, tudo porque as falhas e danos nos elevadores podem conter um nível de risco muito grande e perdas económicas consideráveis para o orçamento do condomínio.

Para evitar esses prejuízos, verifique a idoneidade do prestador de serviço e tenha em conta a possibilidade de uma auditoria independente ao equipamento e a sua manutenção, ao menos, uma vez por ano.

 

Diga você! Esse conteúdo foi útil para si? Vai lhe ajudar a evitar problemas nos elevadores do seu condomínio?